Rádio JOVEM PAN

92.5. Jovem Pan Serra Gaúcha

Ouvir

“Prisão do Lula é condição indispensável para a sobrevivência do Brasil”, diz Villa

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Marco Antonio Villa participa do Pânico; confira fotos

Marco Antonio Villa explicou os desafios que devem surgir com os próximos acontecimentos políticos

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa explicou os desafios que devem surgir com os próximos acontecimentos políticos

Marco Antonio Villa no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa no Pânico

Marco Antonio Villa no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa no Pânico

Marco Antonio Villa no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa no Pânico

Marco Antonio Villa no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa no Pânico

Marco Antonio Villa no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa no Pânico

Marco Antonio Villa no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa no Pânico

Marco Antonio Villa no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Marco Antonio Villa no Pânico

Marco Antonio Villa explicou os desafios que devem surgir com os próximos acontecimentos políticos
Marco Antonio Villa no Pânico
Marco Antonio Villa no Pânico
Marco Antonio Villa no Pânico
Marco Antonio Villa no Pânico
Marco Antonio Villa no Pânico
Marco Antonio Villa no Pânico
Marco Antonio Villa no Pânico

Com o julgamento de Lula marcado para 24 de janeiro de 2018, Marco Antonio Villa já traçou qual deve ser o destino do ex-presidente no próximo ano e, principalmente, sua prisão. No Pânico na Rádio desta quinta-feira (14), o historiador avaliou que a condenação de Lula é o que o Brasil precisa para continuar respirando.

“A prisão do Lula é condição indispensável para a sobrevivência do Brasil. Ele sabe que vai ser condenado, vai pra cadeia e depois dele outros também irão”, afirmou ao traçar os acontecimentos.

Para Villa, a pena de nove anos e meio dada por Sergio Moro deve ser acatada, mas o ponto de conflito será uma decisão do STF, que pode “tirar Lula da cadeia”.

“Em março [o STF] revoga a decisão de que o condenado em segunda instância pode recorrer na cadeia e [Lula] vai recorrer livre. Aí é humilhação porque vai tirar ele da cadeia e deixar ele concorrer [à presidência]”, observou. “O STF é nocivo para a democracia”, pontuou.

Ao falar sobre a grade de pré-candidatos à presidência, Villa afirmou que o cenário deve mudar muito até o 1º turno. “As condenações da Lava Jato, as novas operações e denúncias mudam o quadro eleitoral”, falou.

O comentarista da Jovem Pan ainda procurou explicar como o País “chegou nessa situação terrível”. Para ele, o responsável foi o “processo de transição do regime militar para a democracia” e, agora, o sistema de República não tem mais como ser salvo.

“Não conseguiram construir instituições realmente democráticas”, apontou. “Se não destruirmos as oligarquias não teremos democracia e essa elite tem que ser destruída no sentido político”, disse.

“O sistema está podre. A República e a Constituição já deram o que tinha que dar. Não adianta eleição, o sistema está destruído. Precisamos alterar o sistema com novas leis e constituições sólidas”, finalizou.




Tags da Pan

Comentários