Rádio JOVEM PAN

92.5. Jovem Pan Serra Gaúcha

Ouvir

Drag queen Lorelay Fox questiona os haters: "por que incomodamos tanto?"

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Fe Soares, Lorelay Fox e Pedro HMC participam do Pânico; veja fotos

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Fonte: Jovem Pan

Youtubers comandam páginas LGBTs no web

 Youtubers comandam páginas LGBTs no web
 Youtubers comandam páginas LGBTs no web
 Youtubers comandam páginas LGBTs no web
 Youtubers comandam páginas LGBTs no web
 Youtubers comandam páginas LGBTs no web
 Youtubers comandam páginas LGBTs no web
 Youtubers comandam páginas LGBTs no web
 Youtubers comandam páginas LGBTs no web

Nesse 17 de maio, a Jovem Pan organizou uma campanha para marcar o Dia Internacional Contra a Homofobia. O Pânico entrou na ação e convidou os youtubers Fe Soares, Lorelay Fox e Pedro HMC - integrantes das páginas Canal das Bee, Para Tudo e Põe na Roda, respectivamente - para participar de um bate-papo na bancada. Um dos assuntos tratados foi as mensagens de ódio que eles costumam receber nas redes sociais - e receberam, inclusive, durante o programa. Sobre isso, a drag queen fez um questionamento.

"Temos que pensar uma coisa. Se ele [o hater] está feliz com a família dele, que bom! Deixa eu viver com a minha do meu jeito. Por que isso incomoda tanto? É essa a pergunta que ele tem que se fazer: por que incomoda tanto ele. Que direito dele a gente está tirando? Ninguém falou isso. Só estamos falando o que nos deixa feliz e o que buscamos", disse.

"Acho que tem um preconceito que vem da ignorância. A pessoa não conhece o mundo LGBT, nunca conviveu. Esse é fácil de resolver. É só sentar e explicar. E tem outros que vem do ódio, vem da pessoa ter alguma coisa mal resolvida dentro dela. A partir desse se dá as agressões. Por que alguém bateria em alguém na rua, por exemplo?", completou Pedro.

Em relação a essas mensagens agressivas, porém, eles estão treinados. Todos contaram que se incomodavam mais no início, mas perceberam que não valia a pena se preocupar - a não ser, obviamente, quando se trata de uma ofensa ou uma ameaça mais grave.

"Acontece que toda ação tem uma reação. Como a gente está falando sobre o tema e aparecendo mais, a reação tem sido mais violenta. Existem pessoas e até políticos falando mais abertamente sobre seus preconceitos e achando que está tudo bem", pontuou Fe. "Nós saímos do armário e os homofóbicos também", brincou Pedro.

Os vídeos da entrevista estão no canal do Pânico no YouTube.

Tags da Pan

Comentários